Anime e Qualidade

xamdCom a quantidade de animes que finalmente chegam todos os dias aqui pelas bandas do Brasil me espanto com a qualidade de alguns deles. Quando comecei a assistir animes, todos eram cópias das cópias das cópias de algum VHS que tinha chegado aàs mãos de algum fã. As vezes este fã comprava as fitas e a partir dai com a ajuda dos amigos eram feitos os fansubs. E na época alguns tinham qualidade excepcional, como o Akira. Quando o vi pela primeira vez foi como me acertassem com uma marreta. Como aquilo era bem feito.

Depois vieram outros, alguns muito bem feitos, outros apenas embarcando no sucesso de algo parecido, mas sempre no mesmo esquema: cópias de VHS. Quando a Internet começou a se popularizar aqui, e os fansubs começaram a virar digitais, as cópias ainda eram de VHS, já que os aparelhos de DVD eram caríssimos e tinha a trava de região. Não durou muito, mas nessa época eu ainda tinha o VHS como padrão de qualidade.

Alguns anos depois, foi a vez dos computadores ficarem acessíveis aos brasileiros e isso impulssionou minha voracidade pelos animes. Pela primeira vez eu tinha condições de fazer download e armazenar os animes na qualidade em que eles mereciam. Com isso comecei a pensar, quais tamanhos, quais merecem ser gravados, quais são realmente bons? Bem, hoje são muitos. A qualidade ainda varia muito, mas alguns conseguem superar os outros a passos largos. Cito do último ano três e um de 2007 que são fantásticos, tanto em história como em qualidade sonora, visual e em acabamento também: Macross Frontier, Gundam 00, Xam´d: Lost Memories e Suzumiya Haruhi no Yūutsu.

Todos são bem feitos, animados, bem engendrados e por fim têm um zelo incrível com o que é passado ao telespectador. Na minha opinião Xam´d é de longe o anime mais bem feito em muito tempo. Cores vibrantes, uma história misteriosa, e personagens que apesar de não serem o foco, acabam se tornando muito especiais a quem assiste. Macross é tão musicalmente fantástico, quanto envolvente nos combates e na torcida para uma das proagonistas consiga alcançar seu objetivo ao fim do anime. Gundam é tão meticulosamente bem feito, que mesmo o CG fica mascarado sobre a qualidade que foi utilizada na produção. E Haruhi é ao mesmo tempo tão inovador e tão cheio de clichés, que se tornou uma febre mundial e superou todas as histórias de garotas já produzidas.

Claro, todos tem um ou outro defeito, mas ao meu ver, todos são igualmente fantásticos e mostram o quanto há empenho na produção de diversão de qualidade. Não recomendo vê-los com uma qualidade inferior a 720p, pois limitaria o que você poderia ver e se divertir. E como o futuro chega até a gente todos os dias, em breve estaremos com um padrão bem alto de qualidade visual, graças a popularização do Blu-Ray que ainda deve chegar por aqui. Imagino com o que seremos brindados em matéria de anime nesta época… E espero que no Brasil tudo siga o mesmo padrão e é claro, que coisas como o RMVB desapareçam para sempre.

Anúncios

One Response to Anime e Qualidade

  1. […] post inicial era sobre a qualidade dele, mas cresceu tanto que acabei mandando ele pro Cafeína, me pareceu caber melhor por lá. Assim que terminar ele, vou fazer uma resenha e colocar lá e […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: