Constantine

O primeiro poster do filme

O primeiro poster do filme

Tenho que admitir, não foi o que eu esperava. Desde de quando ouvi obre o filme baseado nos quadrinhos de Hellblazer, achei que não sairia boa coisa. Afinal a história é complexa, imoral, anti-religiosa e totalmente sacana.

Keanu Reeves não seria minha escolha para o papel mas com certeza fez um bom trabalho. Claro que a beleza de Rachel Weisz ajudou muito e sua atuação também foi fantástica. Acho que da parte dos atores, apenas o Shia LaBeouf é que deixa muito a desejar como Chas. Mas no conjunto e com a participação de Tilda Swinton a parte teatral do filme foi bem planejada e executada.

Os efeitos especiais e a execução da história foram bem feitas, mas em alguns pontos bem exagerada, o que difere e muito de Hellblazer. Nos quadrinhos, tirando aqueles em que os seres sobrenaturais aparecem, tudo é bem sutil e quase não se percebe a magia sendo executada, enquanto no filme, tudo é bem espalhafatoso.

Acho que a parte mais fraca é realmente a história, que se fosse de algum outro personagem seria boa, mas se comparada com as histórias do Constantine é apenas media. O Constantine de Keanu é mais humano do que sua identidade dos quadrinhos, e muito, muito menos amoral. Mas acho que com a censura que seria para fazer um Constantine realmente parecido com o imaginado pelo Alan Moore, ficaria inviável fazer o filme. No fim das contas dou uma nota sete no filme, que não deixa de ser divertido.

Anúncios

2 Responses to Constantine

  1. Mustrum Ridcully disse:

    Eu vejo vários problemas com o Constantine do Keanu Reeves. Primeiro, é engomadinho demais, não é o cara esculachado que o Constantine dos quadrinhos é (acho que os atores mais adequados para fazer o papel do Constantine seriam o Guy Pierce ou o Jude Law). Segundo, é muito sério e reverente, enquanto o original não é bem assim. Terceiro, ele fala coisas que o original nunca falaria.

    Por exemplo, há uma cena em que a personagem da Rachel Weisz fala algo como “eu não acredito no inferno” e o Constantine responde “você pode não acreditar no inferno, mas o inferno acredita em você”. O verdadeiro Constantine, se falasse alguma coisa, diria “certo…” ou “ok, o problema é seu” — mas provavelmente só acenderia um cigarro e daria um sorriso irônico, ou algo assim.

    Não é que é um filme ruim. É um filme legal. Só não é um filme do Constantine. Fazer o Constantine do Alan Moore até dá pra fazer. O problema é o Constantine do Garth Ennis.

  2. Burning disse:

    Concordo com você, talvez o Constantine do filme esteja mais para um elseworlds do que para o original. Mas acho que se eles realmente fizessem um igual ao do Garth Ennis, a censura seria para maiores de 30 e por ai vai. Se tivesse sido feito por um estúdio independente poderia até ter tido mais elementos mais da linha Vertigo, mas como povo visa o lucro acima da qualidade, foi isso que saiu, um filme bom, mas não bom o baste para ser um Hellblazer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: