Only You Can Save Mankind

Only You Can Save MankindQue o Terry Pratchett é um escritor do caramba, ninguém duvida. Mas muito pouca gente conhece o que ele fez além da série Discworld. Não foi muita coisa, é verdade, mas o que ele fez foi memorável. Este livro, “Only You Can Save Mankind” é uma dessas pérolas.

Não é um enredo muito original, mas o contexto é pra lá de interessante, e a aventura se desenrola muito bem. Johnny Maxwell é um jovem de uns 15 anos que se diverte todo dia jogando o game com o mesmo título do livro. É a época da guerra do Iraque — a primeira delas, conduzida pelo bestalhão-pai — e as imagens na televisão são muito parecidas com um video-game. Em um dado momento, Johnny recebe a rendição dos alienígenas que enfrenta na tela. Tudo ok, exceto que isso não era pra acontecer. Johnny logo percebe, então, que aquilo é mais que um jogo.

Esse tipo de enredo já foi abordado em contos mais “sérios”, como o “Ender’s Game”, de Orson Scott Card. Mas aqui o enfoque é bem diferente, além de ser bem recheado com o humor de Terry Pratchett. Não se deve esperar, no entanto, encontar o mesmo non-sense absolutamente lógico da série Discworld — Johnny vive no nosso mundo e as coisas são bem mais pé-no-chão. O livro deu tão certo que gerou uma trilogia. Não tive a oportunidade de ler ainda os outros dois livros da série, mas o interesse certamente apareceu. O problema é encontrar esses livros aqui no Brasil para comprar — não chega a ser um problema, realmente, com a internet por aí. E, considerando a fila enorme de outros livros, ainda vai demorar um pouquinho.

2 Responses to Only You Can Save Mankind

  1. Burning disse:

    Este é provavelmente mais dos livros que só devem sair aqui no Brasil daqui a zilhões de anos, enquanto as livrarias estão inundadas de coisas de livros de como usar o Orkut. Tome-se como exemplo o “Orador dos Mortos” que demorou uma infinidade para ser re-editado e quando saiu veio com aquela capa “maravilhosa”.

    Desconfio que as editoras aqui só querem mesmo é ganhar grana em cima dos menos capacitados culturais.

  2. Mustrum Ridcully disse:

    Não creio mesmo que este livro vá ser traduzido, apesar de ser do Terry Pratchett e ele estar em alta atualmente. Há muito mais coisa dele pra ser traduzida, e acho que os editores prefeririam apostar no Discworld mesmo. Além disso, a história desse livro pode estar bastante fora do contexto atual.

    Mas é claro que eu não discordo com relação ao que os editores querem. Não acho que seja o perfil da Conrad (que edita os livros do Pratchett), mas tem muito mais editoras publicando porcarias de auto-ajuda (por exemplo) que textos interessantes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: